Circular de cordão

Vamos falar um pouco de um tema comum em consultórios e em rodas de conversas de gestantes: a famosa circular de cordão.

O que é esta circular de cordão? 

Trata-se do cordão umbilical dar voltas em torno de partes fetais. Pode ser no abdome, braço, perna, mas a mais falada é a cervical. O mito é que com uma circular cervical o bebê pode se “enforcar” com o cordão. A circular de cordão é um acontecimento fisiológico muito comum. Estima-se que 20 a 40% dos fetos tem esta condição.

A explicação é simples: o feto encontra-se livre na bolsa e se movimenta muito durante toda a gestação. Logo, não é raro que o cordão se enrole em alguma parte do corpo. Algumas vezes, esta condição é vista na ultrassonografia, mas muitas vezes na hora do parto esta circular já foi desfeita pela constante movimentação fetal. 

Outras vezes, não vemos circular de cordão no exame, mas na hora do parto ela está lá. Estudos observacionais demonstram que a presença de circular de cordão não está associada com piora do prognóstico perinatal e não oferece risco ao bebê. Portanto, circular de cordão não é indicação de cesárea. 


Por Dra. Desireé Encinas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *